You are here

Trabalhadores da Soflusa paralisam na próxima segunda-feira

Os trabalhadores do transporte fluvial entre Lisboa e Barreiro paralisam na próxima segunda-feira, 25 de setembro, entre as 13.30h e as 16.30h. O objetivo da ação é realizar um plenário para debater as consequências da redução de carreiras.
Trabalhadores da Soflusa paralisam na próxima segunda-feira, entre as 13.30h e as 16.30h
Trabalhadores da Soflusa paralisam na próxima segunda-feira, entre as 13.30h e as 16.30h

Os sindicatos da Fectrans (federação dos sindicatos dos transportes e comunicações) denunciam que foram suprimidas cinco carreiras na Soflusa, degradando ainda mais o transporte fluvial para o Barreiro.

Os sindicatos apontam que são precisas diversas medidas para contrariar essa degradação e propõem:

- admissão de trabalhadores para todas as áreas, nomeadamente para as operacionais e de manutenção.

- reconstrução dos serviços de manutenção e um plano de formação permanente, para garantir a preparação dos trabalhadores para responderem às exigências técnicas do futuro.

- adoção urgente de um plano de modernização da frota da Transtejo e Soflusa.

Na próxima segunda-feira, os trabalhadores da Soflusa debaterão em plenário a situação da empresa, nomeadamente a consequências que a redução de carreiras tem para os utentes e para os trabalhadores.

Os sindicatos da Fectrans alertam que trabalhadores e utentes “poderão vir a ser confrontados com a colocação de mais uma tripulação sem ocupação, quando há necessidade de aumentar a oferta para melhorar o serviço público entre Barreiro e Lisboa”.

Termos relacionados Sociedade
(...)