You are here

Teleférico para a Torre na Serra da Estrela sem luz verde do Governo

O ministério das Infraestruturas e da Habitação confirma que a proposta existe, mas refere que será o Conselho de Obras Públicas a definir os investimentos prioritários. Artigo do Interior do Avesso
Ministério confirma que proposta consta do relatório do Grupo de Trabalho – Programa Nacional de Investimentos 2030, considera que será o Conselho de Obras Públicas a definir os investimentos prioritários
Ministério confirma que proposta consta do relatório do Grupo de Trabalho – Programa Nacional de Investimentos 2030, considera que será o Conselho de Obras Públicas a definir os investimentos prioritários

Em resposta a uma pergunta do Bloco de Esquerda ao Ministro das Infraestruturas e da Habitação relativamente a esclarecimentos acerca do projeto dos teleféricos de acesso à Torre – Serra da Estrela, o Ministério confirma que a proposta consta do relatório do Grupo de Trabalho – Programa Nacional de Investimentos 2030. Consideram, no entanto, que será o Conselho de Obras Públicas a definir quais os investimentos prioritários.

Na pergunta enviada o Bloco de Esquerda pretendia saber se no Plano Nacional de Investimentos 2030 está incluído um ou dois teleféricos, bem como a existência ou não de um estudo de impacte ambiental para o projeto e os prazos para a sua finalização.

Em resposta o Governo refere a Resolução 154/2019 da Assembleia da República que recomenda que o Governo tome em consideração as propostas do Grupo de Trabalho – Programa Nacional de Investimentos 2030. A Resolução prevê ainda que seja consolidada uma avaliação “em função de critérios de competitividade económica, coesão social e territorial s sustentabilidade orçamental” articulado com o Conselho de Obras Públicas, por forma a definir os investimentos prioritários.

Por fim, o Ministério confirma a presença do projeto dos teleféricos de acesso à Torre – Serra da Estrela, não estando ainda definido se este projeto se enquadra ou não nas obras prioritárias.

Artigo publicado em Interior do Avesso

Termos relacionados Política
(...)