You are here

Teatro Gil Vicente organiza ciclo dedicado à obra de Wim Wenders

Os filmes “Paris, Texas” e “ As Asas do Desejo” estão entre as obras que serão exibidas no ciclo de cinema dedicado a Wim Wenders organizado pelo Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra.
A primeira fase do trabalho de Wenders pode ser (re)vista em várias localidades do país. Foto Sam Javanrouh/Flickr
A primeira fase do trabalho de Wenders pode ser (re)vista em várias localidades do país. Foto Sam Javanrouh/Flickr

O Teatro Académico Gil Vicente (TAGV) está a promover até ao próximo mês de abril um ciclo dedicado à primeira fase do trabalho do realizador Wim Wenders que engloba a sua filmografia até ao ano de 1987, e que se tornou possível devido ao facto dos primeiros filmes do cineasta terem sido restaurados.

Nesta iniciativa, poderão ser (re)vistos alguns dos trabalhos mais emblemáticos de Wenders como "As Asas do Desejo", Paris, Texas" e a “Angústia do Guarda Redes Antes do Penalty", declarou à Lusa o responsável da programação da distribuidora Leopardo Filmes, António Costa.

De acordo com António Costa, esta primeira fase do trabalho de Wim Wenders tem "filmes muito diferentes", mas onde se percebe um "processo de busca de identidade" por parte das personagens, uma "certa dificuldade na comunicação entre as pessoas" – uma característica igualmente presente num dos cineastas com quem Wim Wenders tinha "muitas afinidades", Michelangelo Antonioni -, ao mesmo tempo que se regista nos filmes "uma certa facilidade de encontros entre estranhos".

A presença da música

Para António Costa, na seleção, há filmes que provavelmente nunca mais passaram por Portugal desde a sua estreia, e assim a mostra é uma oportunidade para as "gerações mais antigas" reverem a obra de Wim Wenders, ao mesmo tempo que poderá ser também um primeiro contacto com Wenders para os mais jovens, "que nunca tiveram oportunidade de ver esses filmes e que são marcas do cinema mundial", adiantou.

A música estará igualmente presente, expressando a ligação desta aos filmes de Wenders, e por essa razão poderemos tomar contato com a música de Nick Cave ou Lou Reed nos filmes do realizador alemão  que no seu trabalho viria a abordar o blues em "Soul of a Man" e a música cubana em "Buena Vista Social Club".

O evento começou com a estreia da mais recente obra de Wenders intitulada, "Os Belos Dias de Aranjuez", em que o realizador "retoma uma colaboração antiga de várias décadas" com o escritor Peter Handke, que terá lugar também neste ciclo com a exibição do filme "A Mulher Canhota", a 30 de janeiro, às 18.30 h – num trabalho que foi produzido por Wim Wenders.

No mesmo dia, poderá ser visto o "O Estado das Coisas", de 1982, que foi filmado parcialmente em Portugal. O filme está também em exibição em Lisboa e no Porto até dia 25.

No dia 27 de fevereiro, é exibido "As Asas do Desejo", de 1987, cuja ação se desenrola em Berlim Ocidental e pode ser visto em diversas salas: a partir de 26 de janeiro em Lisboa e no Porto e a 27 de fevereiro em Coimbra.

“Paris, Texas” que foi galardoado com a Palma de Ouro do Festival de Cannes em 1984 será exibido no Espaço Nimas, em Lisboa, a partir de 16 de fevereiro e no TAGV a 27 do mesmo mês.

Termos relacionados Cultura
(...)