You are here

Stop TTIP entrega mais de 3 milhões de assinaturas a Martin Schulz

Plataforma conseguiu reunir três vezes mais assinaturas do que o necessário para uma Iniciativa Cidadã Auto-organizada. “Este grande sucesso mostra claramente a notável fortaleza da oposição ao Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP) e ao Acordo Económico e Comercial Global (CETA) em toda a Europa”, declarou Karl Bar, porta-voz da Iniciativa.

“Durante um ano, a ICE Stop TTIP recolheu mais assinaturas do que qualquer outra iniciativa europeia de cidadãos”, lê-se no comunicado publicado no site da Iniciativa Cidadã (ICE) Auto-organizada Stop TTIP.

“A aliança Stop TTIP que conta com mais de 500 organizações, conseguiu reunir três vezes mais assinaturas do que o necessário para uma ICE oficial”, refere o documento, no qual se assinala que “23 países excederam o quórum, enquanto que, segundo as regras das ICE oficiais, apenas eram precisos sete países nessas condições”.

Segundo Karl Bar, porta-voz da ICE, “este grande sucesso mostra claramente a notável fortaleza da oposição ao TTIP e ao CETA em toda a Europa”.

Já Michael Efler, membro da comissão da Iniciativa Cidadã Stop TTIP, afirmou-se satisfeito “pelo facto de este protesto contra os acordos de livre-comércio ser recebido pelas instituições europeias”, apelando ao presidente do Parlamento Europeu para que “coloque em prática a promessa de transparência e democracia, advogando uma audição e um compromisso para com este problema junto do Parlamento Europeu e junto da Comissão Europeia”.

A Iniciativa Cidadã Auto-organizada, que “apela às instituições da União Europeia e aos Estados Membros para porem fim às negociações com os EUA sobre o TTIP e para não ratificarem o CETA com o Canadá”, foi lançada a 7 de outubro de 2014, após a Comissão Europeia se recusar a registá-la como ICE oficial.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
Comentários (2)