You are here

Steve Bannon sai da Casa Branca

A porta-voz oficial da Casa Branca, Sarah Sanders, já confirmou a saída do ex-diretor de campanha e, até hoje, principal conselheiro de Donald Trump. Steve Bannon regressa ao site de extrema-direita Breitbart e anuncia que vai “à guerra por Trump contra os seus oponentes”.
Steve Bannon é demitido do cargo de conselheiro e estratega do presidente Donald Trump.
Steve Bannon era, até à data, conselheiro e estratega do presidente Donald Trump.

A versão oficial, apresentada em comunicado pela administração Trump, fala de uma saída combinada, fruto de um processo de mútuo acordo, entre o novo chefe de gabinete, o general John Kelly, e Steve Bannon. Contudo, fontes próximas de Trump e de Bannon contam outras versões.

Por um lado, é sublinhado o facto de Bannon se ter incompatibilizado com várias figuras centrais do núcleo duro da presidência, com destaque para o genro do próprio presidente, Jared Kushner. Por outro, assessores de Bannon garantem que este já tinha apresentado o pedido de demissão a 7 de agosto, por iniciativa própria, e que esta só foi adiada pela polémica gerada pela reação de Trump às manifestações da extrema-direita em Charlotsville.

Há já alguns dias circulava em Washington o rumor da saída de Bannon, alimentado pelas declarações do próprio presidente norte-americano. Trump, numa conferência de imprensa, tinha deixado no ar a possibilidade de o seu braço direito ser o próximo a sair. Em resposta aos jornalistas, afirmou que o conselheiro era um “amigo” e que logo se veria “o que vai acontecer com o senhor Bannon”.

Steve Bannon é fundador do site Breitbart, um portal da alt-right (extrema-direita) norte-americana e acompanhava o presidente desde a campanha eleitoral presidencial. É o décimo elemento da Casa Branca a ser despedido e aguentou no cargo 210 dias.

Steve Bannon regressa ao Breitbart e vai “à guerra por Trump”

“Se há alguma confusão, deixe-me esclarecer: estou a sair da Casa Branca e a ir à guerra por Trump contra os seus oponentes - no Capitólio, nos media e no meio empresarial norte-americano", disse Bannon poucas horas após ter sido anunciada a sua saída da Casa Branca.

O Breitbart publicou esta sexta-feira um artigo intitulado “Herói populista: Steve Bannon regressa à sua casa no Breitbart” e o seu chefe de redação, Alex Marlow, anunciou que “o movimento populista-nacionalista se fortaleceu muito hoje”, e que o site “ganhou um presidente executivo que irá impulsionar a agenda de Trump”.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
(...)