You are here

Sindicato congratula “vitória na SN Seixal contra a prepotência”

O Tribunal de Trabalho do Barreiro deu razão a um trabalhador que a administração da Siderurgia Nacional Seixal despediu há dois anos. A SN foi condenada a reintegrá-lo e a pagar-lhe as retribuições desde o seu despedimento.

Em comunicado, o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul (SITE Sul) assinala que esta é “mais uma vitória da classe operária”, neste caso “contra a prepotência e arrogância da Administração da SN Seixal”.

No documento, o SITE Sul lembra que “a SN Seixal levantou um processo disciplinar ao trabalhador em abril de 2014, que culminou com o seu despedimento sem qualquer justificação em julho de 2014”.

“O trabalhador através do contencioso do seu Sindicato (SITE Sul) colocou o processo em tribunal, reivindicando a ilegalidade do despedimento e reclamando a sua reintegração na empresa, sem prejuízo da sua antiguidade, vencimento e restantes direitos”, acrescenta a estrutura sindical.

Agora, o Tribunal de Trabalho do Barreiro veio dar razão ao trabalhador e considerar o despedimento ilícito, condenando a SN Seixal a reintegrar o trabalhador, sem prejuízo da sua antiguidade e categoria, e a pagar as retribuições desde o seu despedimento. O Instituto da Segurança Social foi, por sua vez, condenado a pagar 3.060,72€, valor em falta correspondente ao período entre dezembro de 2015 e março de 2016.

Termos relacionados Sociedade
(...)