You are here

Sandra Cunha é a candidata bloquista à Câmara de Setúbal

Foi apresentada, nesta quinta-feira, a candidatura do Bloco de Esquerda à Câmara de Setúbal. Sandra Cunha é a primeira candidata à Câmara e Maria do Rosário Fialho Amaral encabeça a lista para a Assembleia Municipal.
Sandra Cunha, deputada e socióloga, é a candidata bloquista à Câmara de Setúbal
Sandra Cunha, deputada e socióloga, é a candidata bloquista à Câmara de Setúbal

Após uma visita ao bairro da Fonte da Bela Vista (ver notícia aqui), foi apresentada, nesta quinta-feira 15 de junho, a candidatura autárquica do Bloco de Esquerda ao concelho de Setúbal, com a presença e intervenção das deputadas Catarina Martins (coordenadora bloquista) e Joana Mortágua.

Sandra Cunha quer Câmara mais empenhada no combate à exclusão social

"Acho que Setúbal tem todas as condições para ser melhor, para ser diferente, para olhar para toda a população de forma igualitária e para não deixar, por exemplo, que aconteça aquilo que vimos hoje aqui: casas degradadas, sem condições de habitabilidade", afirmou Sandra Cunha, na sua intervenção.

A candidata do Bloco à Câmara de Setúbal fez uma dura crítica à gestão da CDU na Câmara de Setúbal: “Estamos num concelho que, à boleia do contrato de reequilíbrio financeiro, mantém há 14 anos a taxa máxima do IMI”. “Para pagar dívidas a Câmara municipal de Setúbal tem escolhido fazê-lo à custa das famílias” afirmou a candidata, acrescentando que “nem nos anos de intensa crise económica e financeira, com as políticas de austeridade da troika” o executivo camarário alterou essa orientação.

Apresentação da candidatura do Bloco de Esquerda à Câmara de Setúbal
Apresentação da candidatura do Bloco de Esquerda à Câmara de Setúbal

Sandra Cunha destacou a questão da habitação, como essencial no combate à exclusão. "A câmara tem um papel importantíssimo nesta questão da habitação, como no combate à exclusão, que passa por integrar as pessoas e por lhes dar condições de vida e de habitabilidade dignas e condições de mobilidade. Temos uma série de bairros - não só estes [da Bela Vista] -, mas também as Manteigadas e a zona de Azeitão, que são pouco servidas por transportes", disse.

Na sua intervenção, Sandra Cunha apontou ainda como questões importantes para a candidatura bloquista a luta para que a água volte a ser um bem público em Setúbal, o combate à violência doméstica e a defesa dos animais, realçando que “a grandeza de uma nação e o seu progresso moral podem ser avaliados pelo modo como os seus animais são tratados”.

Afirmando “não nos resignamos em ter uma cidade virada de costas para o rio”, a candidata bloquista destacou ainda a defesa da “democracia e transparência”, como essencial para uma “nova forma de cidadania”.

Sandra Cunha tem 44 anos, é deputada (eleita nas eleições legislativas de 2015 pelo distrito de Setúbal), socióloga e professora do Instituto Superior de Economia e Gestão.

Termos relacionados Autárquicas 2017, Política
(...)