You are here

Rui Moreira quer travar campanha do Bloco no Porto

A candidatura de Rui Moreira apresentou esta semana uma queixa à Comissão Nacional de Eleições pedindo a retirada de toda a propaganda eleitoral do Bloco de Esquerda das ruas do Porto.

O auto-intitulado “Grupo de Cidadãos - Rui Moreira: Porto, nosso partido 2017” acusa o Bloco de Esquerda de um “aproveitamento da imagem” marca da cidade, apresentando para tal um documento assinado pela Telles de Abreu, Advogados, o escritório cujo líder da bancada de Rui Moreira Assembleia Municipal, André Noronha, é um dos sócios principais.

Em comunicado, o Bloco de Esquerda sublinha que "não se deixará intimidar por mais uma atitude cesarista e prepotente de Rui Moreira”:

“1. O símbolo da candidatura do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal do Porto é constituído (como se pode ver na imagem em cima) por um retângulo inclinado, preenchido pela frase “Porto: agora as pessoas”, transmitindo a mensagem principal da campanha: uma alternativa para a cidade que ponha as pessoas à frente dos negócios, da especulação e do fechamento democrático que caracterizaram o mandato de Rui Moreira e Manuel Pizarro. O Bloco não trata o Porto como uma marca, nem as pessoas como meros figurantes da cidade.

2. O Bloco desconhece a existência jurídica ou associativa deste grupo de cidadãos. Condenamos, sem ficar surpreendidos, que o candidato Rui Moreira se escude nos seus fiéis seguidores e no parecer de uma sociedade de advogados que presta serviços jurídicos para a Câmara Municipal do Porto para atacar a candidatura do Bloco de Esquerda.  

3. Esta é já a segunda vez que Rui Moreira recorre à CNE para tentar cercear o direito à expressão eleitoral da candidatura do Bloco de Esquerda. O Porto não tem donos nem aceita os comportamentos de caudilho de quem enche a boca com o seu nome. O Porto é diverso, plural e democrático. Ao longo de quatro anos,  Rui Moreira usou e abusou dos canais oficiais da Câmara Municipal do Porto em seu proveito, intensificando esse comportamento nestes meses de pré-campanha, tanto ao nível do jornal oficial da Câmara, do seu canal de notícias (www.porto.pt), assim como pelas redes sociais da autarquia. Rui Moreira não tem qualquer autoridade política ou moral para vir agora acusar o Bloco”.

Termos relacionados Política
(...)