You are here

Romance inédito de Humberto Delgado será lançado no próximo ano

"Elsa - Romance de costumes políticos portugueses", é o título de um romance inédito da autoria do general Humberto Delgado que será lançado em fevereiro do próximo ano, 52 anos após o seu assassinato pela Pide.
Humberto Delgado a votar nas eleições presidenciais de 1958

De acordo com a editora Guerra e Paz, o romance  tem um “cariz marcadamente autobiográfico, escrito no exílio, há mais de 50 anos e estava, até agora, depositado no processo de Humberto Delgado no Arquivo Histórico da Força Aérea”.

O romance é constituído por “185 páginas datilografadas em papel A4 que, segundo o seu neto e biógrafo Frederico Delgado Rosa, terão sido escritas entre 1959 e 1963, período em que Humberto Delgado viveu no exílio, no Rio de Janeiro, depois de ter sido candidato da oposição nas eleições presidenciais de 1958”.

Revolta, perseguições e tortura

A descoberta deste livro ocorreu durante os trabalhos preparatórios da exposição “General da liberdade e escritor”, promovida pela Sociedade Portuguesa de Autores (SPA).

"Elsa – Romance de costumes políticos portugueses" desenrola-se no universo da vida de “um militar, Armando Dias, e da protagonista, que dá o nome ao romance, uma jovem cinéfila e intelectualmente curiosa, apesar da sua origem humilde, filha ilegítima de uma criada” refere a  Editora Guerra e Paz, acrescentando que o mesmo “mergulha os leitores num quadro de surda revolta social, de que as perseguições e as torturas da Pide fazem parte integrante e sufocante”.

Manuel S. Fonseca, editor da Guerra e Paz, sublinha que o romance revela uma “surpreendente preocupação com a condição feminina e com o papel central da mulher”.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Cultura
(...)