You are here

Roma: Dezenas de milhares nas ruas repudiam extrema-direita

Dezenas de milhares de pessoas manifestaram-se este sábado em Roma contra a extrema-direita. São as chamadas “sardinhas” antifascistas, que surgiram há menos de um mês e já juntaram mais de 300 mil em protestos contra a xenofobia.
Fotografia: ANPI Brescia/Twitter
Fotografia: ANPI Brescia/Twitter

O protesto decorreu na praça em frente à Basílica de São João de Latrão e terá juntado, de acordo com La Sexta, que cita fontes da polícia, mais de 40 mil pessoas.

O movimento das “sardinhas” surgiu em Bolonha há cerca de um mês. Uma manifestação organizada por quase desconhecidos reuniu 15 mil pessoas, que denunciavam “ódio e divisão” por parte de Matteo Salvi, chefe da Liga (partido de estrema-direita).

O movimento surgiu à margem de uma reunião de Salvini na cidade. A convocatória inicial surgiu nas redes sociais como resposta à alegação de Salvini de que, da última vez que estivera na cidade, teria enchido uma praça com mais de cem mil apoiantes. Contudo, o número real não terá passado de um décimo desse número.

Assim, quatro amigos decidiram fazer circular um apelo com o intuito de superarem a concentração de extrema-direita que aconteceria nesse mesmo dia num espaço com uma lotação de menos de seis mil pessoas. Quinze mil juntaram-se.

Desde aí, a canção "Bella Ciao" tem sido o hino de dezenas de manifestações, que já reuniram cerca de 300 mil pessoas em Milão, Florença, Nápoles e Palermo.

Este sábado, dezenas de milhares voltaram a juntar-se com o intuito de dizer aos partidos de extrema-direita que fomentam o ódio e o racismo que não ficariam quietos e calados.

“Estamos aqui para dizer que a política do ódio não nos agrada, que gostamos da política virada para o futuro, que acolhe e não fecha portas", disse um dos manifestantes, de acordo com a agência EFE.

O intuito do protesto foi claro e duplo: repudiar o clima de xenofobia que se tem espalhado em Itália e protestar diretamente contra Salvini, responsável por duras políticas de imigração na legislatura anterior, anti-imigração e xenófobas.

Termos relacionados Internacional
(...)