You are here

Réveillon “pró-europeu” de Londres indigna apoiantes do Brexit

Com o lema “London is Open”, o mayor de Londres quis destacar o “contributo dado pelos europeus” para tornar Londres uma das melhores cidades do mundo.
Imagem do fogo de artifício na passagem de ano 2018/19 em Londres.

Adversário do Brexit e apoiante de um novo referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, Sadiq Khan aproveitou para fazer da noite da passagem de ano londrina — que atraiu milhares de turistas e foi vista por centenas de milhões em todo o mundo na televisão —, uma declaração política de abertura à Europa.

“Na minha opinião, somos uma das maiores cidades do mundo; uma das razões para isso é o contributo dado pelos europeus”, afirmou o mayor de Londres antes do evento. “Julgo que a diversidade é uma força e esta noite é para celebrar essa diversidade”, prosseguiu Sadiq Khan, citado pelo Guardian.

O lema do espetáculo pirotécnico — “London is Open” — foi dito em sete línguas europeias a seguir à meia-noite. Entre as canções escolhidas para servir de banda sonora aos onze minutos de fogo de artifício constaram temas como “We Are Your Friends”, “Stay” ou “Don't Leave Me Alone”, interpretados por artistas da Irlanda, França, Suécia, entre outros países.

O evento organizado pela Câmara de Londres foi visto como um desafio a Theresa May e ao Brexit, e não tardou muito para virem a público as primeiras críticas: “uma traição à democracia”, disse o deputado conservador Andrew Bridgen ao Sun, acrescentando que a politização da passagem de ano foi um “golpe muito baixo”. Na mesma linha, Roger Helmer, ex-eurodeputado conservador que passou para o UKIP, criticou Khan por “mostrar a bandeira do outro lado” numa altura em que o Reino Unido está envolvido num braço de ferro com Bruxelas em torno das negociações do Brexit. “Será que teria mostrado a bandeira argentina durante a guerra das Malvinas?”, questionou.

Mas nem todos os apoiantes do Brexit deixaram que o espetáculo lhes estragasse a passagem de ano. A prova disso é que o próprio ministro do Brexit, Chris Heaton-Harris, elogiou e agradeceu o fantástico fogo de artifício nas margens do Tamisa:


Veja aqui as imagens da BBC do fogo de artifício em Londres:

 

Termos relacionados Brexit, Internacional
(...)