You are here

Putin: prisão para organizadores de manifestações com menores

Uma lei aprovada na Rússia inclui penas de prisão para as pessoas que organizem manifestações em que estejam presentes menores. Os jovens têm marcado forte presença nas manifestações da oposição.
Detenção de um manifestante anti-Putin. Março de 2017. Foto de Evgeniy Isaev/Flickr

Vladimir Putin promulgou a lei que contempla penas de 15 dias de prisão e até 14 mil euros de multa para os organizadores de manifestações que não tenham “autorização governamental” e que “envolvam menores de idade”.

Na Rússia, a maior parte das marchas da oposição não são autorizadas pelo governo. E, nestas, centenas de jovens têm sido detidos. E, para além das manifestações, há jovens a ser presos pelo que escrevem nas redes sociais. Os casos julgados em tribunal por partilha ou criação de “conteúdos extremistas” aumentaram de 656 em 2010 para mais de 1.500 o ano passado.

O articulado da lei justifica que os menores não devem participar em manifestações “para evitar danos de saúde”.

Termos relacionados Internacional
(...)