You are here

PSD/CDS deixaram hospitais do norte do país sem radiologistas durante a noite

Presidente do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos veio denunciar publicamente que o Norte do país não tem radiologistas a partir das 24h, mesmo no caso de hospitais considerados ‘final de linha’ e/ou com urgência polivalente. Esta situação era do conhecimento da anterior tutela, no entanto, e mais uma vez, o Governo PSD/CDS nada fez para a resolver. Bloco reclama imediata resolução deste problema.
Foto de Miguel A. Lopes, Lusa.

O Governo PSD/CDS aplicou o seu programa de austeridade durante 4 anos, o que se traduziu em cortes cegos nas áreas e serviços públicos mais necessários às populações.

Na Saúde são conhecidos cada vez mais exemplos onde falta capacidade para dar uma resposta pronta e imediata a determinados casos. Essa incapacidade é consequência da deterioração das condições de trabalho dos profissionais e de cortes no funcionamento dos serviços.

O Presidente do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos veio denunciar publicamente que o Norte do país não tem radiologistas a partir das 24h, mesmo no caso de hospitais considerados ‘final de linha’ e/ou com urgência polivalente (como o Hospital Santo António, o Hospital S. João ou o Hospital de Gaia).

Esta situação é gravíssima porque a partir da meia noite nenhum destes hospitais está em condições de recorrer a meios complementares de diagnóstico que podem ser essenciais para um melhor e acertado diagnóstico. Em muitos casos, os hospitais recorrem à telerradiologia, uma alternativa de recurso e que apresenta muitas limitações.

As consequências da falta de radiologistas durante as madrugadas na região Norte do país podem ser muitas e de enorme gravidade para os doentes: erros ou atrasos nos diagnósticos, o que pode impedir que os hospitais e as suas equipas médicas respondam com prontidão a situações urgentes e emergentes.

Esta situação era do conhecimento da anterior tutela, no entanto, e mais uma vez, o Governo PSD/CDS nada fez para a resolver. O Bloco de Esquerda considera que a falta de radiologistas no Norte durante a madrugada diminui a capacidade de resposta do SNS e pode colocar em risco os doentes urgentes e emergentes, pelo que é necessária a imediata resolução deste problema.

O deputado Moisés Ferreira já pediu esclarecimentos ao atual governo. Ler aqui

Artigo publicado no site do Bloco de Esquerda do distrito de Aveiro.

AttachmentSize
PDF icon norte.pdf347.37 KB
Termos relacionados Política
(...)