You are here

Presidente do Politécnico do Porto marca reunião para o 1º de Maio

Sindicato dos Professores do Norte e ABIC dizem que “parece pouco dizer que é uma falta de respeito” e exortam trabalhadores a não participar.
Presidência do Politécnico do Porto. Foto de Rui Pinheiro/Wikimedia Commons.
Presidência do Politécnico do Porto. Foto de Rui Pinheiro/Wikimedia Commons.

De véspera, o Presidente do Instituto Politécnico do Porto decidiu marcar uma reunião para o feriado do dia do trabalhador.

A denúncia é feita conjuntamente pela Sindicato dos Professores do Norte, que integra a FENPROF, e a ABIC, Associação de Bolseiros de Investigação Científica. Estas entidades dizem que João Rocha “testa limites do abuso”.

Convocados estarão docentes e não docentes. A reunião dever-se-á realizar através da plataforma Zoom. E o assunto é a “retoma das atividades letivas”.

As duas organizações estão indignadas e dizem ter “dificuldade em classificar este abuso”. Para elas, “parece pouco dizer que é uma falta de respeito quando de uma assentada não se respeitam os prazos de convocatória, os tempos de descanso dos trabalhadores e o direito ao gozo de um feriado – e tudo no icónico Dia do Trabalhador”.

Classificam ainda como “lamentável” que o presidente de uma instituição pública “pareça desconhecer que estamos perante um feriado obrigatório e não reconheça o valor simbólico deste dia”. Para além de denunciarem a situação junto da direção-Geral do Ensino Superior e do Ministério da tutela, SPN e ABIC exortam “todos os trabalhadores a não se deixarem intimidar e a não comparecer à reunião”.

Termos relacionados Sociedade
(...)