You are here

“Precisamos de garantir a segurança das populações” nos transportes e nas condições de habitação

Na conclusão da interpelação ao Governo sobre medidas para a habitação e transportes em tempo de pandemia, Pedro Filipe Soares confrontou o ministro Pedro Nuno Santos com o seu “mar de impossibilidades” e exigiu respostas para garantir a segurança das populações.
Pedro Filipe Soares.
Pedro Filipe Soares. Imagem ARTV

No final da interpelação ao Governo sobre habitação e transportes como forma de responder à pandemia da covid-19, o deputado Pedro Filipe Soares sublinhou que a resposta do Governo nos problemas dos transportes é insuficiente, explicando que “se já hoje há momentos do dia em que as regras de distanciamento e as normas de saúde pública não são cumpridas, em setembro, com o regresso das escolas, das universidades, com a economia a funcionar mais, será ainda mais difícil cumprir as normas de segurança”.

“Precisamos de garantir a segurança das populações” Pedro Filipe Soares afirmou que a resposta do Governo nos problemas...

Publicado por Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda em Quarta-feira, 1 de julho de 2020

Durante o debate desta quarta-feira, o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, anunciou que foi criado um grupo de trabalho entre a Infraestruturas de Portugal e a CP para estudar, nos próximos meses, uma forma de injetar «pelo menos mais um comboio por hora na linha de Sintra».

Pedro Filipe Soares relembrou que o Bloco tinha já avisado há meses sobre os problemas nos transportes, tendo apresentado propostas que não foram acolhidas pelo Governo. O líder da bancada do Bloco disse que Pedro Nuno Santos veio dizer ao Parlamento que é “dono de um mar de impossibilidades”, mas neste momento o que se exige ao ministro é que “execute [as políticas necessárias] para garantir a segurança das populações”.

Sobre a habitação, Pedro Filipe Soares relembrou que o Governo já tinha apresentado no mês de maio um plano de realojamento de emergência, que só agora “vai sair do papel”.

Durante o debate, o ministro Pedro Nuno Santos, também responsável pela área da habitação, disse estar prevista «a criação de uma Bolsa Nacional de Realojamento de Emergência para fazer face a situações de catástrofes ou pandemias, por exemplo».

Sobre este tema, a deputada Maria Manuel Rola acusou este Governo e os anteriores de desinvestirem na habitação e apontou várias propostas para o executivo corrigir este caminho. “Não se põem recursos em medida suficiente para o Instituto da Habitação, que é pobre na capacidade de mobilização de edificado para construção de um Serviço Nacional de Habitação. E é pobre, mas também fraco no combate ao mercado, à especulação e à comprovada corrupção e lavagem de capitais dos vistos Gold” disse a deputada.

Não adianta pedir às pessoas para ficar em casa quando as habitações não têm condições A deputada Maria Manuel Rola...

Publicado por Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda em Quarta-feira, 1 de julho de 2020

No final da sua intervenção, Pedro Filipe Soares pediu para que não se passe mais tempo sem responder aos problemas identificados neste debate.

Termos relacionados Política
(...)