You are here

Precfest junta coletivos e movimentos no 1º de maio contra a precariedade

Sob o lema #istotemdemudar, o Precfest irá juntar associações, movimentos e coletivos no dia 1 de maio em Lisboa. O esquerda.net falou com a organização do evento para saber de que constará o protesto.

“O Precfest não é um festival, não é uma manifestação para cumprir rotinas ou efemérides, é um dia em que nos juntamos para lutar, em festa, porque #istotemdemudar!”, descrevem os organizadores na página do facebook. O esquerda.net falou com Rodrigo Rivera, que participa na organização do evento. 

O que é o Precfest? 

O PrecFest é um encontro de ativistas precários e desempregados no dia 1º de Maio, Dia do Trabalhador. Juntará vários coletivos diferentes, mas sobretudo pessoas que não querem ficar em casa no 1º de Maio. Consideramos que a marcha habitual da CGTP é o nosso espaço natural de celebração deste dia, mas não nos enquadramos em nenhum sindicato pela nossa condição de precariedade. Consideramos que a construção de um espaço inclusivo, que envolva várias lutas e condições precárias da nossa sociedade é essencial para que mais gente se junte neste dia de luta. 

Quais são os objectivos do Precfest?

Queremos marcar uma posição pública contra a inevitabilidade da precariedade, do desemprego, das vidas congeladas à espera de um contrato estável. Juntando ativistas de várias áreas, vários coletivos, não só ousamos sair de casa (não é um domingo qualquer), como o fazemos para ouvir e construir propostas que rompam com este ciclo de perda de direitos. A situação é insustentável do ponto de vista humano, mas ainda mais quando olhamos para o futuro. Será que temos de continuar com contratos de 1-2-6 meses até à reforma? Isto tem de mudar.

O que vai acontecer?

Vamos nos juntar a partir das 11h da manhã no Largo do Intendente, em Lisboa. Teremos bancas, instalações artísticas, poesia, música e intervenções sobre o tema por parte de todas as partes envolvidas e quem mais se quiser juntar. A partir das 15h30, juntamo-nos à manifestação da CGTP que irá até à Alameda. Depois, a partir das 20h, a Crew Hassan, um coletivo cultural que tem um belíssimo espaço perto do Intendente receber-nos-á a partir das 20h para um jantar e convívio.

Quem se pode juntar?

Qualquer pessoa se pode juntar, seja precário ou só solidário com os que o são. Convidamos todas as pessoas indignadas com a impunidade de quem nos impõe falsos recibos verdes, contratos a termo, trabalho falsamente temporário, entre outras condições de vida precárias. Quem acredita que as coisas têm de mudar, será sempre bem vinda.

A iniciativa Precfest vai juntar a Associação de Combate à Precariedade - Precários Inflexíveis, Associação dos Profissionais do Regime de Amas, Com Calma - Espaço Cultural e Associação, Coletivo Andorinha - Frente Democrática Brasileira de Lisboa. Crew Hassan, EKA Palace, Fábrica de Alternativas, Habita - Colectivo pelo Direito à Habitação e à Cidade, Lóbula, Mob - espaço associativo, Panteras Rosa, Plataforma Não ao TTIP, SOS Racismo e UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta.

Já aconteceram várias iniciativas “Pré-Precfest” e está marcada mais uma para a próxima quarta-feira (dia 27 às 21h30) no bar/restaurante Sagrada Família, onde será projetado um filme e haverá uma conversa sobre trabalho precário e desemprego.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)