You are here

Petição exige prisão de Kissinger no Fórum do Prémio Nobel da Paz

Petição lançada contra convite feito ao “criminoso de guerra” Henry Kissinger para falar num fórum sobre paz mundial e defendendo a sua prisão já tem mais de 6 mil assinaturas.
Henry Kissinger
Henry Kissinger, foto de Gero Breloer/POOL/EPA/Lusa.

O Comité do Prémio Nobel da Paz foi muito criticado quando, no mês passado, anunciou a escolha de Henry Kissinger como orador num fórum intitulado “Os Estados Unidos e a Paz Mundial depois da Eleição Presidencial”. Kissinger, entre outros feitos, foi responsável pelo bombardeamento americano do Camboja e apoiou a ditadura argentina. Em resposta ao convite, foi lançada uma petição pedindo que a Noruega processe e prenda o ex-Secretário de Estado norte americano.

“O Comité do Nobel convidou o conhecido criminoso de guerra Henry Kissinger para falar como honrado convidado num fórum que faz parte dos eventos do Prémio Novel da Paz. Vários crimes de Kissinger estão contemplados em acordos que fazem com que seja obrigatório à Noruega processá-lo. Kissinger foi cúmplice ou o ator principal em muitas violações à Convenção sobre Genocídio e das Convenções de Genebra”, pode ler-se no texto da petição, que já conta com mais de 6200 assinaturas.

Kissinger recebeu o Nobel da Paz em 1973 pelo seu papel na guerra do Vietname, uma decisão muitíssimo criticada por ter sido atribuída a um processo de negociação de paz que estava longe de concluído e que foi apresentado como tal. Le Duc Tho, o seu contraparte vietnamita a quem também foi dado o prémio, recusou-se a aceitá-lo explicando que os Estados Unidos estavam a violar o Acordo de Paz de Paris e que a paz ainda não tinha sido estabelecida. De facto, Kissinger continuou a ordenar o bombardeamento de Saigão até ao final de 1975 e, quando terminou o conflito na região, morreram mais de três milhões de vietnamitas, dois terços dos quais civis.

O grupo Nobel Peace Prize Watch, um dos grupos que se juntou para lançar esta petição, afirma que “milhões de pessoas, vítimas e sobreviventes, vão questionar ou ficar seriamente ofendidos se a Noruega continuar a elogiar e homenagear uma pessoa no topo da lista na história da criminalidade internacional. O sofrimento ordenado ou infligido por Kissinger levou a um aumento da insegurança e violência pelo qual todos os cidadãos do mundo pagam um preço elevado”. A petição pode ser assinada aqui e o Fórum vai decorrer a 11 de janeiro. Foi também convidado para falar Zbigniew Brzezinski, Conselheiro de Segurança Nacional durante o governo de Jimmy Carter.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
(...)