You are here

Paulo Sousa é candidato do Bloco à Câmara Municipal de Odivelas

Em declarações à agência Lusa, Paulo Sousa afirmou que "o concelho de Odivelas é governado há demasiado tempo por uma coligação entre PS e PSD. Neste mandato que agora termina, o Partido Socialista, tendo uma maioria à esquerda nos órgãos municipais, preferiu aliar-se à direita. O bloco central não é, não pode ser, o único caminho."
Paulo Sousa. Foto de Paulete Matos
Paulo Sousa. Foto de Paulete Matos
Paulo Sousa, de 40 anos, é funcionário da Administração Tributária desde 1995. Delegado sindical do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos, membro da Distrital de Lisboa e da Concelhia de Odivelas. Eleito na Assembleia da União de Freguesias da Pontinha e Famões e deputado na Assembleia Municipal de Odivelas.
 
Em declarações à agência Lusa, Paulo Sousa afirmou que "o concelho de Odivelas é governado há demasiado tempo por uma coligação entre PS e PSD. Neste mandato que agora termina, o Partido Socialista, tendo uma maioria à esquerda nos órgãos municipais, preferiu aliar-se à direita. Esta escolha é contrária à expectativa de mudança que se vive no país e as opções que o PS tomou nos últimos anos demonstram que tinha razão quem sempre defendeu que o bloco central não é, não pode ser, o único caminho."
 
"Não há ninguém que não reconheça o trabalho que o Bloco fez no último mandato. Foi o partido que mais propostas apresentou na Assembleia Municipal e esteve na primeira linha dos combates pelo direito à cidade, pela transparência, em defesa do ambiente e contra a precariedade. O Bloco tem dois objectivos para estas eleições: reforçar a sua presença na Assembleia Municipal e nas freguesias e estender este trabalho à Câmara Municipal, elegendo pela primeira vez um vereador."
 
Cláudia Elias, 39 anos, será candidata à Assembleia Municipal. Funcionária dos Serviços Intermunicipalizados de Água e Resíduos de Loures e Odivelas. Dirigente do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local (STAL).
Termos relacionados Autárquicas 2017, Política
(...)