You are here

Parlamento Europeu manifesta oposição à aplicação de sanções

O Parlamento Europeu vai defender junto da Comissão Europeia que não avance para qualquer tipo de congelamento na atribuição de fundos a Portugal e Espanha.
PE entende que o caso das sanções está temporariamente encerrado, disse Marisa Matias. Foto do site SomosNews
PE entende que o caso das sanções está temporariamente encerrado, disse Marisa Matias. Foto do site SomosNews

A posição foi adotada esta terça-feira por uma “maioria muito expressiva”, afirmou a deputada europeia do Bloco, Marisa Matias que é uma das coordenadoras da comissão do Parlamento Europeu (PE) para os assuntos económicos que, em conjunto com a comissão de desenvolvimento regional, votou esta matéria.

Perante esta decisão, cabe agora agora à Comissão Europeia tomar a decisão sobre qual a recomendação que irá fazer ao Conselho, a instituição que, em última instância, tem o poder para decidir sobre esta matéria.

A eurodeputada do Bloco afirmou aos jornalistas que é entendimento do Parlamento Europeu que “temporariamente o caso está encerrado”, mas assinalou que fica aberta a possibilidade de reabrir a discussão com a CE caso esta venha a tomar uma decisão diferente daquela que foi agora defendida pelo PE.

O voto do parlamento teve lugar numa reunião depois de Mário Centeno e do ministro das Finanças espanhol, Luís de Guindos, terem falado aos deputados, defendendo que os seus países não devem ser penalizados com a suspensão dos fundos.

 

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
Comentários (1)