You are here

OMS volta a registar mais de 200 mil novos casos de covid-19

Pelo segundo dia consecutivo, os números da OMS registam mais de 200 mil novos casos de covid-19 em 24 horas. A OMS também anunciou que vai descontinuar a aplicação de hidroxicloroquina aos doentes hospitalizados.
Mais de 200 mil novos casos num dia
Foto de Pedro Almeida | Esquerda Net

Segundo dados da OMS divulgados no domingo, foram registados mais 203.836 novos casos de covid-19 em todo o mundo nas últimas 24 horas. No sábado, os 211.411 casos constituiram um recorde de casos diários e um aumento de 20.3% face à véspera. O continente americano é o mais afetado com 130 mil novos casos, onde estão incluídos países como o México, os Estados Unidos e o Brasil.

Em comunicado, a OMS informou que vai deixar de aplicar a hidroxicloroquina e lopinavir/ritonavir aos doentes de covid-19 hospitalizados, já que existem poucas evidências de que reduza a mortalidade nos doentes infetados. A organização “aceitou hoje a recomendação do Estudo de Solidariedade do Comité de Direção Internacional para descontinuar" estes medicamentos.

Na nota publicada, referem que “os resultados interinos dos testes demonstram que a hidroxicloroquina e a lopinavir/ritonavir diminuem pouco ou nada a mortalidade de pacientes com covid-19 hospitalizados, comparando com os tratamentos convencionais".

A aplicação destes medicamentos não tem mostrado sinais de que reduza o número de mortes de doentes infetados com a covid-19, segundo resultados interinos da OMS. 

WHO accepted the recommendation from the Solidarity Trial’s International Steering Committee to discontinue the trial’s...

Publicado por World Health Organization (WHO) em Sábado, 4 de julho de 2020

Acrescentam ainda que esta decisão só se aplica “à conduta do estudo de Solidariedade em pacientes hospitalizados e não afeta a avaliação possível em outros estudos de hidroxicloroquina ou lopinavir/ritonavir". 

 
Termos relacionados Covid-19, Internacional
(...)