O Estado Islâmico publica vídeos contra os refugiados, há meses

16 de November 2015 - 8:22

Os refugiados converteram-se para muitos em suspeitos depois dos ataques de Paris. Triste ironia, pois os refugiados fogem precisamente do horror e da violência diária. Ironia ainda mais amarga quando o Estado Islâmico (EI) há meses que publica vídeos contra os refugiados que se dirigem para a Europa. Por Principia Marsupia.

PARTILHAR
Que haja muçulmanos a arriscar a vida para chegar à Europa destrói a narrativa do EI: “o califado é o melhor refúgio”

Que haja muçulmanos a arriscar a vida para chegar à Europa destrói a narrativa do EI: “o califado é o melhor refúgio”. “Como podem preferir a vida na Europa quando nós criámos o califado, o estado mais perfeito?”.

Para o EI os refugiados são traidores.

Aaron Zelin é um investigador que segue diariamente os comunicados do EI e de outros grupos jihadistas. Durante a segunda semana de setembro, quando a crise de refugiados ocupava as manchetes em todo o mundo, reuniu no seu blogue uma dezena de vídeos que o EI estava a difundir a respeito disso.

Nos vídeos misturam-se imagens dos perigos da rota, sermões que advertem de que uma vez na Europa serão humilhados e entrevistas com estrangeiros que viajaram para a Síria e explicam a perfeição da vida no califado.

Deixo-vos aqui um desses vídeos: começa por mostrar os maus-tratos policiais na viagem pelos Balcãs. Depois vários porta-vozes advertem de que, uma vez na Europa, cristãos e judeus fá-los-ão converter-se à sua fé, e que a única maneira de atingir a felicidade é viver no califado. Para mais informação recomendo-vos que deem uma olhada na dezena de vídeos que Zelin reuniu entre 16 e 20 de setembro.

Artigo publicado em Principia Marsupia (Alberto Sicilia) em 15 de novembro de 2015