You are here

“O Ano da Morte de Ricardo Reis” vence prémio de cinema em Itália

O filme do realizador João Botelho, que tem por base o romance de José Saramago com o mesmo título, recebeu o prémio de melhor filme na competição internacional do Festival Efebo D’Oro, em Palermo (Itália).
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" filme de João Botelho
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" filme de João Botelho

O filme é uma adaptação da obra de José Saramago para o cinema, teve estreia em 1 de outubro de 2020 e tem como principais intérpretes o ator brasileiro Chico Diaz, na interpretação do papel principal (Ricardo Reis), Luís Lima Barreto interpretando Fernando Pessoa, Victoria Guerra (Marcenda) e Catarina Wallenstein (Lídia).

Citado pela agencia Lusa, João Botelho afirmou ser "comovente constatar que ainda se fala muito de cinema neste festival e que o Manoel de Oliveira também ganhou este prémio com o filme ‘A Carta’ [em 1999]. O meu filme é um tributo ao José Saramago e é uma honra para mim e para o cinema português ser reconhecido”.

O filme passa-se em Lisboa, em 1936, após o regresso de Ricardo Reis do exílio de mais de uma década. No livro, José Saramago imaginou encontro de Fernando Pessoa com o seu heterónimo, e as conversas entre os dois, no tempo da guerra civil de Espanha, do ascenso do nazismo, do fascismo de Mussolini e do Estado Novo de Salazar.

O júri do festival Efebo D’Oro, liderado por Egle Palazzolo (presidente do Centro de Pesquisa de Ficção e Cinema), justificou a atribuição do prémio a João Botelho pela “clara força de inspiração” e por ter feito uma adaptação “com sabedoria e coragem” da obra de José Saramago.

Do elenco fazem ainda parte Rui Morisson, Hugo Mestre Amaro e João Barbosa.

ANO DA MORTE DE RICARDO REIS de João Botelho - trailer

Termos relacionados Cultura
(...)