You are here

Marcha pela Justiça Climática exige mudança de sistema

Em Lisboa, no Porto e em Faro manifestantes fazem-se ouvir pela justiça climática, exigindo um acordo ambicioso resultante da COP21.

Em Portugal, largas centenas de pessoas saíram às ruas em Lisboa, no Porto e em Faro para gritar "muda o sistema, não o clima". Os manifestantes criticaram o documento resultante da cimeira pela clara insuficiência das medidas acordadas.

A Marcha pela Justiça Climática marcou o fim da cimeira do clima das Nações Unidas, que terminou hoje em Paris. Segundo o manifesto do protesto de hoje, “no final da Cimeira de Paris COP-21, saímos à rua reivindicando respostas concretas e eficazes para a crise climática e ambiental global”. Portugal juntou-se a outros protestos internacionais porque “está nas nossas mãos empurrar para a frente alternativas credíveis para um planeta climaticamente seguro e com futuro para todas as gerações vindouras”, explicava o documento. O manifesto salientava também a ideia de justiça climática, afirmando a necessidade de corrigir “muitas das injustiças históricas que fazem com que hoje sejam os países mais pobres e que menos contribuíram para as alterações climáticas aqueles mais ameaçados pelos seus efeitos”.

Marcha pela Justiça Clinática

Artigos relacionados: 

Termos relacionados COP21 - Cimeira do Clima, Sociedade
(...)