You are here

Linha de Sintra: Bloco quer medidas que respondam à degradação dos Serviços

A iniciativa do Deputado Heitor de Sousa foi motivada pelo elevado número de queixas e relatos alarmantes acerca de atrasos, supressões, sobrelotação e falta de higiene dos comboios na linha de Sintra.

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda interpelou o governo sobre a degradação dos serviços prestados pela CP na linha de Sintra, questionando o Ministério do Planeamento e das Infraestruturas sobre as medidas a tomar para, com carácter de urgência, dar resposta aos atropelos aos direitos e à dignidade dos e das utentes.

A iniciativa do Deputado Heitor de Sousa foi motivada pelo elevado número de queixas e relatos alarmantes acerca de atrasos, supressões, sobrelotação e falta de higiene dos comboios na linha de Sinta que têm sido remetidas por diversos utentes ao Bloco de Esquerda. 

Quem utiliza diariamente este meio de transporte refere que o seu direito à mobilidade está gravemente prejudicado pelas alterações do funcionamento da linha e que não estão asseguradas condições mínimas de salubridade e conforto, sobretudo nas horas de ponta mas também fora delas, no período nocturno ou ao fim de semana.

A degradação dos serviços é também um desincentivo ao transporte público, fomentando o uso do automóvel e contribuindo para o agravamento de diversos problemas ambientais e de urbanidade.

Para o Bloco de Esquerda de Sintra, "a superação destas dificuldades só se pode dar através de um reforço do investimento público nos transportes, que além de responder aos problemas imediatos terá ainda que ser suficiente para renovar e modernizar os equipamentos".

 

Termos relacionados Política
(...)