You are here

John Oliver “perdoa” dívidas de saúde a 9000 pessoas

O popular apresentador televisivo expôs as práticas imorais da indústria de recuperação de crédito malparado e comprou por 60 mil dólares um pacote de dívidas avaliadas em 15 milhões. A seguir anunciou no seu programa o perdão desta dívida, batendo o recorde da maior oferta na história da televisão.
O "jubileu" promovido por John Oliver a milhares de dívidas por razões médicas.

O programa “Last Week Tonight”, em que John Oliver trata temas sérios com um humor desconcertante, teve este domingo uma reportagem sobre as dívidas dos norteamericanos, destacando alguns casos em que doentes em estado grave foram depois confrontados com contas hospitalares astronómicas não cobertas pelos seguros.  

A ação da indústria de recuperação de crédito malparado, que compram pacotes de dívida por uma percentagem pequena do seu valor total, foi o tema forte do programa, com Oliver a descrever o processo de tratamento destas dívidas que passam pelas mãos de várias empresas sem que a informação sobre a dívida seja verificada. Os casos de ameaças aos devedores, às suas famílias ou até aos animais de companhia foram ilustrados no programa através de mensagens gravadas.

Em seguida, Oliver explica como conseguiu criar  uma empresa de recuperação de dívidas na internet com sede no Mississipi, adquirindo por 60 mil dólares dívidas de saúde de 9 mil pessoas do Texas, no valor de 15 milhões de dólares. “Em vez de cobrarmos este dinheiro, porque não perdoá-lo?”, perguntou Oliver antes de anunciar que ia bater o recorde de Oprah Winfrey e fazer história na televisão com a maior oferta de sempre.

Veja aqui o vídeo:

Last Week Tonight with John Oliver: Debt Buyers (HBO)

Termos relacionados Internacional
(...)