You are here

Jogadora de 14 anos do Sporting vítima de racismo em campo

Cíntia Martins estava a jogar uma partida de futebol contra a equipa masculina da Fundação Salesianos quando um adepto lhe chamou “macaca”.
Equipa feminina de futebol sub-15 do Sporting. Foto de Paulo Conceição/Twitter.
Equipa feminina de futebol sub-15 do Sporting. Foto de Paulo Conceição/Twitter.

Este domingo, durante o jogo de futebol entre a equipa feminina sub-15 do Sporting e a equipa masculina da Fundação Salesianos, no campo do Bairro da Boavista em Lisboa, a jogadora Cíntia Martins foi vítima de um insulto racista: um adepto da equipa contrária chamou-lhe “macaca”.

Quer Paulo Conceição, o treinador da equipa de juniores C do Sporting, quer a árbitra não se aperceberam na altura do insulto. Cíntia reagiu confrontando quem a agrediu verbalmente e acabou por ser expulsa.

O seu treinador, nas redes sociais, garante que “se tivesse ouvido tal comentário, não teria continuado o jogo”, defendendo que “ninguém, mas ninguém, deve ser julgado pela sua idade, género, orientação sexual ou tom de pele, muito menos uma criança de 14 anos”. Para ele, “episódios como estes, recorrentes, não devem ter lugar no futebol de formação, no alto rendimento, e em qualquer outro desporto ou lugar”.

O Sporting também reagiu no Twitter repudiando “qualquer acto de racismo”. Dirigindo-se a Cíntia escreve: “nunca estarás sozinha” na luta pela igualdade.

 

Termos relacionados Sociedade
(...)