You are here

Israel fere 41 jovens palestinianos que protestavam na Faixa de Gaza

O exército israelita abriu fogo contra jovens manifestantes palestinianos na Faixa de Gaza. Um jovem palestiniano de 13 anos ficou gravemente ferido com um tiro na cabeça, noticiou o Ministério da Saúde de Gaza.
Mulher idosa protesta com bandeira da Palestina erguida, Gaza, 21 de agosto de 2021 – Foto de Mohammed Saber/Epa/Lusa
Mulher idosa protesta com bandeira da Palestina erguida, Gaza, 21 de agosto de 2021 – Foto de Mohammed Saber/Epa/Lusa

Segundo a Lusa, o Ministério da Saúde de Gaza anunciou que 41 palestinianos ficaram feridos, dos quais 24 foram atingidos pelo fogo israelita e dois estãem estado crítico. Um jovem de 13 anos ficou em estado grave, com uma bala na cabeça.

O exército israelita disse que teve um ferido grave e revelou que fez ataques aéreos contra quatro locais, que diz que supostamente são de “de fabrico e armazenamento de armas” do Hamas.

De acordo com testemunhas e o próprio exército, militares israelitas abriram fogo contra jovens palestinianos que lançavam “dispositivos incendiários” e tentavam escalar a barreira israelita, quando faz três meses da entrada em vigor do cessar-fogo.

Segundo os palestinianos, milhares de pessoas participaram nos protestos, junto à cerca da fronteira entre Gaza e Israel, no 52° aniversário do ataque incendiário contra a Mesquita de Al-Aqsa.

O exército de Israel confirma que registou "várias centenas de manifestantes" a tentarem furar a cerca fortificada da fronteira e que supostamente atiraram atiraram "projéteis explosivos" contra os soldados israelitas.

Termos relacionados Internacional
(...)