You are here

Incêndios: Bloco defende que “situação de emergência exige medidas urgentes”

Bloco propõe acionamento de planos de reconstrução para todas áreas ardidas e programas de apoio a todas as populações afetadas e defende que a situação de emergência exige medidas urgentes. Bloco apoia mobilização de todos os meios nacionais e internacionais para combater incêndio no Funchal.
Foto retirada de bombeiros.pt

O esquerda.net divulga na íntegra o comunicado do Bloco de Esquerda:

O Bloco de Esquerda está solidário com todas as populações e forças de intervenção que combatem os múltiplos incêndios em todo o país.

A situação de emergência, que se vive em vários territórios do país, onde deflagram incêndios há vários dias, exige medidas urgentes. A situação é grave e reclama, no imediato, que todos os meios necessários sejam convocados para combater os fogos. Este é também o tempo de afirmar o compromisso de uma intervenção na floresta, que aposte na gestão dos recursos florestais e na prevenção para evitar os incêndios cíclicos descontrolados. 

É particularmente preocupante a situação que se vive na Madeira e no Funchal, onde o fogo atingiu áreas urbanas, incluindo o centro histórico. O Bloco de Esquerda apoia a mobilização de todos os meios necessários, nacionais e internacionais, para combater o incêndio no Funchal. 

Levaremos à Conferência de Lideres que reúne esta tarde a proposta de marcação urgente de uma reunião da Comissão Permanente para que possa ser discutido, juntamente com o governo, o combate aos incêndios e o acionamento de planos de reconstrução para as áreas ardidas e de programas de apoio a todas as populações afetadas, especialmente as que perderam as suas habitações.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Incêndios florestais, Política
Comentários (1)