You are here

Ilha do Farol: Moradores protestam contra posse administrativa das casas

Dezenas de moradores da ilha do Farol, em Faro, protestaram esta quarta-feira contra a demolição das casas pela sociedade Polis, que começou a tomar posse administrativa de 35 habitações naquela ilha barreira da ria Formosa.
Protestos na ilha do Farlo, na Ria Formosa
Protesto na ilha do Farol para tentar impedir a marcação ds casas ameaçadas de demolição pela sociedade Polis. Foto SOS Ria Formosa/Facebook

Segundo o líder da associação de moradores afirmou à Lusa, o tribunal de Loulé admitiu nove providências cautelares e outras dez estão a caminho do tribunal para tentar travar as demolições.

Os funcionários da Sociedade Polis vieram acompanhados de dezenas de polícias e procederam à marcação das casas para demolição. Dezenas de moradores envergando t-shirts negras com a inscrição “Je suis ilhéu” rodearam algumas das casas sujeitas à marcação, numa tentativa de impedir o acesso aos funcionários da Polis.

João Vasconcelos: "Assim o governo está a comportar-se como o governo anterior"

Para o deputado bloquista João Vasconcelos, o que aconteceu esta quarta-feira é "uma autêntica vergonha e um clamoroso escândalo". "Este governo ataca os mais fracos e indefesos e protege os ricos? Assim está a comportar-se como o governo anterior!", exclama o deputado eleito pelo Bloco no círculo do Algarve na sua página no Facebook.

João Vasconcelos questionou o ministro do Ambiente esta terça-feira sobre a ameaça de demolições na ilha do Farol e acusa o governo de estar "a violar uma resolução aprovada na Assembleia da República, em Outubro passado, recomendando ao Governo que reconheça a existência dos núcleos históricos dos Hangares e do Farol.”

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade
(...)