You are here

Há quase um milhão de precários segundo a Segurança Social

Segundo números da Segurança Social os contratos a termo estão a ganhar terreno no país. Até ao fim de 2017 havia já 950 mil trabalhadores precários. Os homens ganham em média mais 226 euros do que as mulheres.

O emprego cresceu ao longo dos últimos anos. E a precariedade também. Os números do Gabinete de Estratégia e Planeamento da Segurança Social indicam que no final de 2017 existiam 950 mil trabalhadores precários.

Dos contratos assinados no ano passado 71190 correspondiam a contratos a termo certo e apenas pouco mais de 19 mil a termo incerto. Isto representa uma subida de mais de 10% de contratos a termo face ao ano de 2016.

A precariedade faz-se sentir mais no setor privado: das 125 mil pessoas contratadas no privado no ano a que o estudo se refere mais de 90 mil não tinham um vínculo estável.

Para além disto, os números da Segurança Social provam ainda que os homens recebem em média mais 226 euros mensais que as mulheres e que há mais do dobro de mulheres a trabalhar a tempo parcial do que homens.

Termos relacionados Sociedade
(...)