You are here

GUE/NGL lembra Fidel como “Um herói do século XX”

Numa reação à morte de Fidel Castro, o presidente do GUE/NGL, Gabi Zimmer afirmou que este foi um herói do século XX que nunca deixou de acreditar nos ideiais socialistas e na autodeterminação dos povos.
Para o Gue/NGL Fidel foi uma referência na luta contra o imperalismo.Foto wikimedia
Para o Gue/NGL Fidel foi uma referência na luta contra o imperalismo.Foto wikimedia

Transcrevemos na íntegra o comunicado emitido pelo GUE/NGL:

Recordaremos Fidel Castro como um herói do século XX que ao lado de Che Guevara, resistiu à ditadura de Batista tornando possível a revolução cubana que teve um enorme apoio popular. Relembraremos Castro como alguém que acreditou nos ideiais socialistas e na autodeterminação dos povos. Estamos gratos à sua visão e à sua liderança que fez de Cuba uma das regiões com os mais elevados índices de desenvolvimento quer na saúde pública, quer na educação.

Fidel Castro fica como uma referência do internacionalismo contra a opressão e o colonialismo no decurso da luta pela libertação e na década de 60 como um firme defensor da unidade dos países da América Latina.

Cuba continuou a ser uma força positiva na região e até aos últimos dias da sua vida assumindo um papel de relevo nos esforços com vista à implementação de um processo de paz na Colômbia

A sua oposição ao imperialismo e ao capitalismo neoliberal fez dele um alvo preferencial das conspirações e atos de sabotagem dos Estados Unidos contra o seu país. Em 1961 Fidel Castro resistiu com sucesso à conspiração da CIA na tentativa de invasão do país por cubanos no exílio naquela que ficou conhecida como a invasão Baía dos Porcos. O povo cubano demonstrou a sua resistência ao embargo imposto pelos Estados Unidos ao longo de 50 anos que teve como objetivo isolar a ilha.

A herança de Castro, a sua firmeza e inspiração foi sempre comemorada por milhões de cubanos e apoiantes em todo o mundo.

Pretendemos continuar a trabalhar com o povo cubano e com o seu governo com vista a colocar um ponto final no embargo norte-americano e também nos esforços com vista à implentação de reformas democráticas no país.

Até à vitória sempre!

Termos relacionados Internacional
(...)