You are here

Guardas-florestais em greve manifestam-se na quarta-feira

A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais convocou uma greve e manifestação de guardas-florestais do SEPNA, o serviço de proteção da natureza e do ambiente da GNR, para o dia 12 de janeiro a partir das 11h00 em Lisboa.
Guardas-florestais em greve no dia 12 de janeiro. Fotografia: CGTP

Em comunicado, a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FNSTFPS) afirma que este protesto surge após várias reuniões “sem sucesso” e perante a não apresentação de uma “proposta de tabela remuneratória específica e de suplementos remuneratórios para negociação”, por parte do Ministério da Administração Interna, representado pela Secretária de Estado da Administração Interna. 

“O descontentamento dos guardas-florestais é evidente, pelo que importa partir para a luta” afirma a estrutura sindical. Consequentemente, na quarta feira, dia 12, realiza-se uma greve destes profissionais, seguida de uma concentração. Esta terá início às 11h00 no Largo do Carmo, junto ao Comando-Geral da GNR, seguindo depois até ao Terreiro do Paço, em frente ao Ministério da Administração Interna.

A FNSTFPS refere que desde 24 de Agosto as reuniões previstas têm sido alvo de vários adiamentos, além de que não foi entregue nenhum projeto “que desse resposta às reivindicações dos trabalhadores”. Este documento deveria ter sido entregue até 29 de novembro, mas tal não sucedeu, “escudando-se a Secretaria de Estado da Administração Interna na GNR que deveria ter entregue contributos para o mesmo e não o terá feito”. 

A federação sindical acrescenta que tentou, “até ao limite do razoável, encontrar soluções para a negociação das justas reivindicações dos Guardas-Florestais”. Todavia, tal não foi conseguido “por exclusiva responsabilidade do Governo/MAI”. Perante a ausência de respostas, foi convocada esta greve e manifestação “para reafirmar a exigência de solução para as justas reivindicações dos trabalhadores”.

Termos relacionados Sociedade
(...)