You are here

Greve na limpeza de aviões em Lisboa esta sexta-feira

Trabalhadores que limpam os aviões no aeroporto de Lisboa estão em greve esta sexta-feira. As duas empresas que prestam o serviço são acusadas de desrespeitar os acordos de empresa e discriminar entre trabalhadores nos salários, horários e subsídios de turno, transporte e alimentação.
Avião refletido em terminal. Foto de Paulete Matos.
Foto de Paulete Matos.

Esta sexta-feira estão em greve os trabalhadores e trabalhadoras da Iberlim e ISS, empresas que fazem a limpeza dos aviões no aeroporto de Lisboa. Entre as reivindicações conta-se os horários de trabalho, subsídios de turno, e situações de discriminação entre trabalhadores. Várias reivindicações estão previstas em acordos de empresa que no entanto têm sido desrespeitados.

O Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Atividades Diversas (STAD), que convocou a greve, acusa a empresa Iberlim de "dar o dito por não dito" ao recusar "aplicar a todos os trabalhadores, sem discriminações" o acordo de empresa "com que se comprometeu e assinou". O acordo, de fevereiro deste ano, só está a ser aplicado pela empresa a quem tem a categoria de limpador de aeronaves, deixando outros trabalhadores de fora. A empresa também não estará a atualizar os vencimentos base a um grupo de trabalhadores que recebe abaixo de 600€, nem os subsídios de turno a outro grupo.

No caso da ISS, o STAD reivindica um horário de quatro dias de trabalho seguidos de dois de folga, subsídio de turno para todos os trabalhadores, subsídio de transporte igual ao valor do passe em Lisboa, e subsídio de alimentação mínimo de 3,10€ por dia. Condições que a empresa tem recusado.

Para além da greve durante todo o dia, está marcada entre as 9h30 e a 12h30 uma concentração dos trabalhadores na rotunda da BP, junto ao aeroporto de Lisboa.

Termos relacionados Sociedade
(...)