You are here

Greve dos trabalhadores da Esegur às horas extraordinárias

Os trabalhadores da Esegur vão entrar em greve às horas extraordinárias e ao trabalho em dias feriados, a partir das zero horas do dia 15 de agosto até às 24 horas do dia 30 de setembro.
Trabalhadores da Esegur vão entrar em greve às horas extraordinárias e ao trabalho em dias feriados, a partir das zero horas do dia 15 de agosto até às 24 horas do dia 30 de setembro
Trabalhadores da Esegur vão entrar em greve às horas extraordinárias e ao trabalho em dias feriados, a partir das zero horas do dia 15 de agosto até às 24 horas do dia 30 de setembro

O sindicato dos trabalhadores de serviços de portaria, vigilância, limpeza, domésticas, e atividades diversas (STAD) divulgou, em comunicado, que os trabalhadores da vigilância da Esegur vão iniciar esta luta em combate ao excesso de trabalho extraordinário.

Segundo o STAD, “a sobrecarga de trabalho extraordinário que os trabalhadores vigilantes TVAs da Esegur realizam exigi-lhes um esforço sobre humano que se reflete negativamente na vida pessoal, profissional e familiar de cada trabalhador”.

Sublinhando que todas as pessoas têm “direito a uma conjugação entre a vida profissional e familiar”, o sindicato diz que “a única reivindicação destes trabalhadores à Esegur é simples e direta: contra o excesso de trabalho extraordinário”.

Termos relacionados Sociedade
(...)