You are here

Governos sírio e israelita trocam acusações sobre ataques de mísseis

Os dois governos acusaram-se mutuamente pelo lançamento de mísseis. Netanyahu tinha anunciado uma intensificação das operações israelitas na Síria após a retirada dos EUA.
Foto de Pete Favelle/Flickr

Segundo o governo sírio, aviões israelitas atacaram alvos perto de Damasco nesta terça-feira ferindo três soldados. O governo sírio declara que teria, ainda assim, impedido a maior parte dos mísseis lançados de atingir os seus alvos.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, uma organização sediada no Reino Unido mas que tem observadores no terreno e não está ligada ao regime confirmou o lançamento de mísseis que terão atingido as zonas rurais ocidental e sudoeste de Damasco. Segundo esta organização os alvos seriam depósitos de armas do Hezbollah ou iranianos.

O governo libanês também acusou o exército israelita de ter realizado “ataques simulados” no sul do país.

Por sua vez, o governo israelita declarou ter intercetado na noite desta terça-feira, a norte de Tel Aviv, um míssil lançado a partir da Síria. Netanyahu, cuja coligação de governo se dissolveu provocando eleições no próximo mês de abril, anunciou que vai intensificar as operações na Síria após a retirada dos EUA do terreno. Já no passado mês de fevereiro as forças governamentais sírias tinham derrubado um avião F-16 israelita no seu território depois deste ter destruído instalações militares em Palmira. Desde 2011, Israel lançou já centenas de ataques no território sírio alegando sobretudo o combate ao Hezbollah.

Termos relacionados Internacional
(...)