You are here

Galp quer perfurar mar da costa alentejana a 1 de julho

O Consórcio Eni/Galp quer iniciar perfurações de pesquisa de petróleo no mar a 46,5 km de Aljezur. Período de consulta pública obrigatória sobre o requerimento será de 31 de maio e 22 de junho.
Praia da Amoreira, em Aljezur, uma vista que ficará muito diferente se houver exploração de petróleo. Foto de Tiago J. G. Fernandes/Flickr.

O consórcio entre a Eni e a Galp requereu um título de utilização privativa do espaço marítimo nacional à Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) para, a partir de 1 de julho, iniciar sondagens para procurar petróleo ao largo da costa alentejana. O requerimento pode ser lido em baixo.

Seguindo o protocolo nestes casos, a DGRM irá fazer um período de quinze dias de Consulta Pública, entre 31 de maio e 22 de junho. Presidentes da Câmara e organizações locais já se manifestaram contra a Eni/Galp.

Segundo a DGRM, a sondagem de pesquisa será efetuada usando o navio de perfuração “Saipem 12000” (“Ultra Deep Water Dynamic Positioning Drilling Ship”), e o requerimento apresentado é para a utilização de uma zona no “deep offshore” da Bacia do Alentejo, a 46,5 quilómetros da costa de Aljezur, alcançando a profundidade máxima de 1070 metros. O edital da DGRM está disponível no final do texto.

A ASMAA (Algarve Surf & Marine Activities Association) está a promover uma petição contra a atribuição da licence ao consórcio, que pode ser assinada aqui. A Plataforma Algarve Livre de Petróleo apela à participação de toda a gente na contestação do pedido, e afirma num post no facebook que está a “compor uma espécie de minuta do texto de contestação, de modo a que, quem quiser, possa simplesmente copiar, adaptar ou não à sua linguagem e enviar a sua posição de contestação para a DGRM” através do e-mail [email protected].

Durante a consulta, o presidente da Câmara de Aljezur, José Amarelinho, segundo o jornal Sul informação, garantiu que a autarquia vai apresentar “as mais veementes objeções e frontal oposição” ao pedido da Eni/Galp.

Requerimento da Eni/Galp, página 2/2

Requerimento da Eni/Galp, página 2/2

Edital da DGRM, página 1/2

Edital da DGRM, página 2/2

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Ambiente
Comentários (4)