You are here

Fundão: José Manuel Pureza esteve na ETAR que nunca funcionou

Depois de em outubro de 2020 a Junta de Freguesia ter informado que a ETAR, construída há 10 anos, estaria a funcionar até ao final do ano, o problema mantém-se. José Manuel Pureza esteve ontem no local com a candidatura bloquista à Assembleia Municipal do Fundão. Publicado por Interior do Avesso
ETAR dos Enxames, no Fundão,foi construída há 10 anos, mas nunca funcionou – foto Bloco de Esquerda do Fundão
ETAR dos Enxames, no Fundão,foi construída há 10 anos, mas nunca funcionou – foto Bloco de Esquerda do Fundão

“A ETAR construída há mais 10 anos com apoio a fundos comunitários nunca funcionou. É incompreensível, no século XXI, estarmos ainda a discutir se as nossas aldeias têm saneamento básico ou não. Esta situação é um claro exemplo de que os milhares de milhões que vêm agora, precisam de mecanismos sérios de fiscalização”, defende a candidatura.

O assunto vai agora chegar ao Governo através do Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda, depois de denúncia feita pelo Núcleo Concelhio do Fundão do Bloco em outubro de 2020.

O Bloco reuniu a 25 de outubro de 2020 com a Junta de Freguesia dos Enxames, que informou que o Município do Fundão se teria comprometido a terminar a obra da ETAR até ao fim de 2020. Neste momento, o problema continua por solucionar.

Esta ETAR, com 10 anos, teve um custo de 981.372 euros, dos quais 834.166 euros foram recebidos através de fundos comunitários do FEDER, mas que “mesmo com as condutas de saneamento feitas até às habitações da freguesia, em 70% do território, não estão ligadas às mesmas, o que representa um investimento feito para nada”, explica o Bloco.

 

Artigo publicado por Interior do Avesso

Termos relacionados Autárquicas 2021, Ambiente
(...)