You are here

França: Ministro da Economia demite-se e prepara candidatura presidencial

Nomeado ministro da Economia e da Indústria pelo presidente François Hollande em finais de agosto de 2014, Emmanuel Macron informou esta terça-feira a sua equipa que pretende desta forma "recuperar a sua liberdade" e concentrar-se na construção de um "plano de transformação" para a França.
Foto World Economic Forum, Flickr.

Em abril deste ano, Macron criou o seu próprio partido político, En Marche!, que, segundo o Financial Times, foi “amplamente encarado como um trampolim para uma candidatura presidencial”.

O ex-executivo do banco Rothschild, que esteve à frente do ministério da Economia durante dois anos, foi o autor da Lei do Crescimento, da Atividade e da Igualdade de Oportunidades, que ficou conhecida por Lei Macron.

Apresentada como um conjunto de reformas para fazer a França crescer, esta Lei, que acabou por ser aprovada por decreto (ler artigo: Para evitar derrota, governo francês aprova lei de austeridade por decreto), inclui medidas como a facilitação dos despedimentos coletivos, a reestruturação das empresas, a privatização dos aeroportos de Nice e de Lyon e a liberalização do trabalho ao domingo e à noite.

O ministro Michel Sapin passará a acumular a pasta da Economia com a das Finanças, segundo informou a Presidência da República.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
(...)