You are here

Fissura em barragem obriga a evacuar 200 mil na Califórnia

A ordem de evacuação continua em vigor enquanto as autoridades tentam tapar a fissura no sistema de descarregamento de água na barragem mais alta dos Estados Unidos.
Imagens de domingo na barragem de Oroville, na Califórnia, recolhidas pelo avião da California Highway Patrol.

Um dos sistemas de emergência de descarregamento de água na barragem no lago Oroville, situada 240 quilómetros a norte de São Francisco, partiu-se na semana passada, abrindo uma fissura que ameaça inundar a área envolvente.

Cerca de 200 mil pessoas tiveram ordem de evacuação, enquanto as autoridades estão a tentar tapar a fissura com sacos de pedras transportados por helicópteros. As previsões meteorológicas são de chuva a partir de quarta-feira, razão pela qual a ordem de evacuação se mantém.

O governador da Califórnia, um estado que foi atingido por desastres naturais no último anos, sobretudo incêndios, já pediu auxílio federal à nova administração Trump para dar resposta a cerca de 10 mil evacuados colocados em abrigos. Toda a Guarda Nacional da Califórnia está em estado de alerta, o que já não acontecia desde 1992, durante os motins que se seguiram à absolvição dos polícias de Los Angeles envolvidos no espancamento de Rodney King.

Esta semana foi conhecida uma queixa apresentada por ambientalistas em 2005 junto da comissão federal reguladora da energia, alertando que o uso do sistema de emergência de descarregamento de água causava a erosão da estrutura e que o resultado dessa falha na barragem mais alta dos EUA teria consequências potencialmente devastadoras. Até agora, as autoridades sempre negaram ter conhecimento de qualquer dúvida ou alerta sobre o estado daquela barragem.

Oroville Dam

Termos relacionados Ambiente
(...)