You are here

Figuras públicas manifestam-se a favor da despenalização da eutanásia

O Movimento Cívico para a Despenalização da Morte Assistida lançou um vídeo em que diversas figuras públicas, entre outras, se manifestam favoráveis à despenalização da morte assistida.
A iniciativa é do Movimento Cívico para a Despenalização da Morte Assistida, e defende-se “que a tolerância se deve impor à prepotência e ao autoritarismo” e que “regular a eutanásia não é liberalizar a morte assistida”.
A iniciativa é do Movimento Cívico para a Despenalização da Morte Assistida, e defende-se “que a tolerância se deve impor à prepotência e ao autoritarismo” e que “regular a eutanásia não é liberalizar a morte assistida”.

Diversas figuras de diferentes áreas, como João Semedo, Marisa Matias, Pilar del Rio, Ana Zanatti, José Luís Peixoto ou Bruno Nogueira, juntaram-se num vídeo de forma a apelarem à despenalização da eutanásia, numa mensagem dirigida aos deputados da Assembleia da República.

“Quando chegar o final da minha vida, quero poder decidir não sofrer mais”, afirmam.

A iniciativa é do Movimento Cívico para a Despenalização da Morte Assistida, e defende-se “que a tolerância se deve impor à prepotência e ao autoritarismo” e que “regular a eutanásia não é liberalizar a morte assistida”.

O vídeo termina com a mensagem: “Parece simples, não é? E é. Basta dizer sim aos projectos que propõem a despenalização da eutanásia.”

 

(...)