You are here

Festival de curtas-metragens apresenta-se pela primeira vez em Berlim

O festival de curtas-metragens New York Portuguese Film Festival (NYPFF) apresenta-se hoje, pela primeira vez, em Berilm com o objectivo de mostrar o trabalho da nova geração de cineastas portugueses.
Para a organizadora do festival "é preciso mostrar o Portugal contemporâneo."

A organizadora do do festival, Ana Ventura Miranda afirma que, por norma, as pessoas   "associam o país ao fado e aos ranchos folclóricos" sendo por isso necessário mostrar outras vertentes culturais existentes em Portugal.

Por isso, o festival quer chegar ao público alemão uma vez que “Berlim tem um público de curtas estabelecido" e, desta forma, é possível “atualizar a imagem de Portugal como um país que tem ideias e capacidade criativa", acrescenta Ana Ventura Martins.

O New York Portuguese Film Festival (NYPFF) faz uma ante-mostra hoje à noite na capital alemã, seguida da exibição total de oito curtas-metragens e de duas curtas de animação no sábado, que abordam "temas profundos e conteúdos globais que tocam qualquer pessoa", sublinhou a organizadora.

A 5.ª edição do festival apresenta "Beasts", de Rui Neto e Joana Nicolau e o trabalho de Joana Maria Sousa e Manuel Carneiro, entitulado "Oobe".

A mostra inclui ainda a apresentação de "Emma's Fine", de Miguel M. Matias, "Emilia", de Pedro Marnoto Pereira e "Gu", de Pedro Marnoto Pereira.

O festival conta ainda com a exibição de "Complete Remission", de Carlos Melim, "Exist Road", de Yuri Alves e "The River", de António Pinhão Botelho.

Está igualmente prevista a apresentação de duas curtas-metragens de animação convidadas: "The Giant", de Júlio Vanzeler e Luís da Matta Almeida e "Amphi," de Maria Inês Barroqueiro, Iuri Monteiro, Francisco Correia, João Garcia e Manuel Prata.

O NYPF já passou este ano por várias cidades, como Nova Iorque, Lisboa, Londres, Macau, Sidney, New Bedford, Vancouver, São Francisco, São Paulo, Rio de Janeiro, Luanda, Maputo e Joanesburgo.

Este festival,organizado pela Arte Institute, teve a sua primeira edição em 2011 e é o primeiro festival de cinema português nos Estados Unidos.

Todos os anos, a organização recebe cerca de 100 candidaturas de curtas-metragens escritas, realizadas e produzidas por criadores portugueses que são depois submetidas e selecionadas por um júri de peritos de cinema nos Estados Unidos, Portugal e Brasil.

Termos relacionados Cultura
(...)