You are here

Fertagus está a despedir trabalhadores precários

Cinco trabalhadores contratados a prazo pela concessionária privada do comboio da ponte 25 de Abril receberam o aviso: na quarta-feira ficam sem emprego. Há poucas semanas, o Estado prolongou a concessão à Fertagus até 2024. Notícia de despedimentos.pt
Fertagus Corroios, foto de Cornelius Kibelka/flickr
Fertagus Corroios, foto de Cornelius Kibelka/flickr

A Fertagus – Travessia do Tejo, empresa de transportes que cobre os distritos de Lisboa e Setúbal, prepara-se para não renovar os contratos de 5 dos seus 19 trabalhadores com contratos a prazo a terminar dia 31 deste mês. Aos trabalhadores que questionaram a empresa, foi justificada a decisão de despedimento pelos “danos muitos graves para a empresa” provocada pela pandemia da Covid-19, não tendo, segundo quem nos contactou, “qualquer outra razão nem apontando qualquer crítica ao trabalho”.

A Fertagus é uma empresa detida pelo Grupo Barraqueiro, também acionista da TAP, entre outras empresas. Alvo de críticas pelos utentes face às condições do serviço, recentemente a empresa viu a sua concessão contratualizada com o Estado, que terminava em 2020, ser alargada até 2024, tendo anunciado um plano de investimentos para os próximos meses para reforço da travessia do Tejo.

Publicado em despedimentos.pt a 27 de março de 2020

Termos relacionados Sociedade
(...)