You are here

Ferroviários iniciaram paralisação que se prolonga até terça-feira

A greve, com início às 12h, foi convocada pelo Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante e pela Associação Sindical das Chefias Intermédias de Exploração Ferroviária, contra o que dizem ser o incumprimento do Governo no que se refere à contratação de quase 90 operacionais.

O Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI) e a Associação Sindical das Chefias Intermédias de Exploração Ferroviária (ASCEF) contestam o “incumprimento do acordado com o Governo, em setembro de 2017, referente ao recrutamento de 88 trabalhadores operacionais […] da área comercial itinerante e para as bilheteiras da CP".

As estruturas sindicais denunciam ainda que o executivo e CP estão em "incumprimento para com os trabalhadores" no que respeita ao processo de negociação da contratação coletiva, assinalando que “têm realizado várias iniciativas e apelos junto da empresa e do Governo para que o processo negocial fosse concretizado, não tendo até ao momento obtido qualquer respostas às propostas do Acordo de Empresa e regulamento de carreiras apresentadas".

Apesar de a greve só ter tido início às 12h, a TVI24 constatou, na estação de Campanhã, no Porto, a supressão de metade das ligações que estavam previstas, pelo menos até às 10h.

A CP afirma que, até ao meio dia, circularam 69% dos comboios previstos.

A empresa alerta para fortes perturbações na circulação de comboios, a nível nacional, em todos os serviços nos dias 24 e 25 de dezembro. A empresa adianta ainda que se prevê que ocorram perturbações na circulação dos comboios no dia 26 de dezembro.

O Tribunal Arbitral nomeado pelo Conselho Económico e Social só determinou serviços mínimos nos Comboios Urbanos de Lisboa e Comboios Urbanos do Porto.

Quem adquiriu bilhetes para viajar em comboios dos serviços Alfa Pendular, Intercidades, InterRegional, Regional e Celta, poderá solicitar o reembolso no valor total do bilhete adquirido, ou a sua revalidação, sem custos.

Termos relacionados Sociedade
(...)