You are here

Fernando Rosas alerta para riscos da radicalização da direita tradicional

O historiador alertou que a radicalização social e política pode levar a direita tradicional a substituir a extrema-direita nas comemorações do 50º aniversário da Revolução, atacando o 25 de Abril e defendendo a ditadura salazarista.
Fernando Rosas.
Fernando Rosas. Foto de Nuno Pinheiro.

Fernando Rosas, historiador e fundador do Bloco de Esquerda, esteve no dia 16 de outubro em Óbidos, onde foi orador numa mesa de escritores no âmbito do Folio - Festival Literário Internacional, e alertou para uma radicalização social e política que pode levar a direita tradicional a substituir a extrema-direita, atacando o 25 de Abril e defendendo a ditadura salazarista, segundo a Lusa.

O historiador afirmou que “estamos perante uma deriva de radicalização social e política que, em muitos aspetos, sobretudo no que respeita a esta nova direita neo-liberal, autoritária, agressiva, racista, poderá marcar as comemorações do 25 de Abril”.

Fernando Rosas lembrou que “até agora, a direita, o mais longe que ia era dizer que a democracia não veio no 25 de Abril, mas do 25 de Novembro”, acrescentando que nas próximas comemorações passem a “atacar a democracia, se não mesmo a elogiar a ditadura salazarista em Portugal”.

O orador comparou este fenómeno com o que está a acontecer no Brasil, já que tem por base “não só a emergência da extrema-direita”, mas o facto de ser “a própria direita tradicional que se radicaliza, política e ideologicamente, ao ponto de pretender mesmo substituir, em certos aspetos, a extrema-direita”. Fernando Rosas deu o exemplo de Madrid, onde o Partido Popular ganhou absorvendo muitos dos votos do VOX.

“Esse processo de aliança da direita tradicional, da direita histórica, da direita clássica, com a extrema-direita, é um processo historicamente repetível”, já que aconteceu em 1930, sublinhou Fernando Rosas. Por isso, a suspeita de que as comemorações do 25 de Abril podem ser marcadas “por esta realidade radicalizante, oligarquizante, de escorregamento autoritário”.

Termos relacionados Política
(...)