You are here

Federação Americana de Funcionários do Governo processa administração Trump

Perante a paralisação parcial (‘shutdown’) do governo federal dos Estados Unidos, quase 800 mil funcionários públicos entraram em licença não remunerada ou, no caso dos serviços considerados essenciais, são obrigados a trabalhar sem pagamento.

Desde 22 de dezembro, 380 mil trabalhadores estão em licença e 420 mil trabalham sem remuneração, sendo obrigados, inclusive, a fazer obras extra. A Federação Americana de Funcionários do Governo (AFGE) diz que a situação é ilegal e decidiu processar a administração Trump.

O processo alega que o governo está a violar a Fair Labor Standards Act, uma lei da época da Depressão que define o patamar básico e mínimo para a proteção dos trabalhadores e que se aplica a todos os empregadores, incluindo os Estados Unidos da América.

A paralisação parcial (‘shutdown’) do governo federal dos Estados Unidos deve-se à recusa, por parte de Trump, em aprovar o orçamento preparado pelo Congresso caso este não integre o financiamento de um muro na fronteira com o México, no valor de cinco mil milhões de dólares.

Termos relacionados Internacional
(...)