You are here

Faleceu José Manuel Tengarrinha

Tengarrinha fora deputado na Assembleia Constituinte e nas quatro primeiras legislaturas, tendo fundado o MDP/CDE. Corpo estará em câmara ardente na Basílica da Estrela a partir das 18h de domingo.
Faleceu José Manuel Tengarrinha

José Manuel Tengarrinha, fundador do MDP/CDE, faleceu ontem aos 86 anos, vítima de doença prolongada. Fora deputado na Assembleia Constituinte, nas quatro primeiras legislaturas, até 1987, e militava atualmente no partido Livre. Historiador e professor, o fundador do Movimento Democrático Português/Comissão Democrática Eleitoral (MDP/CDE) chegou a ser preso pela PIDE e esteve detido na Cadeia do Aljube, em Lisboa.

Nascido em Portimão, em 1932, fora professor catedrático jubilado da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, jornalista, escritor, investigador, político, cofundador do MDP/CDE.

Antes do 25 de Abril, participou e liderou a constituição da Comissão Democrática Eleitoral (CDE), nascida em Lisboa, que se estendeu a mais distritos do país, para disputar as eleições de 1969, em plena ditadura do Estado Novo. Detido várias vezes pela PIDE, a polícia política do fascismo, Tengarrinha esteve preso na Cadeia do Aljube, em Lisboa, e no Forte de Caxias, de onde foi libertado nos dias que se seguiram à queda do regime fascista.

Autor da primeira "História da Imprensa Periódica Portuguesa", editada originalmente em 1965 e, depois, em 1989, retomou mais tarde o ramo que elegeu como alvo de estudo - a história oitocentista -, para dar o primeiro volume da "Nova história da imprensa portuguesa das origens a 1865", na qual reúne a investigação do historiador sobre o liberalismo oitocentista.

O corpo de Tengarrinha estará no domingo, às 18:00, na Basílica da Estrela, em Lisboa. Na segunda-feira, pelas 10:00, terá lugar na Basílica uma breve sessão de homenagem, antes da saída para o Cemitério do Alto de São João, onde será cremado em cerimónia reservada à família e amigos próximos.

Termos relacionados Sociedade
(...)