You are here

Eurodeputada italiana atacada por fascistas em Itália

Eleonora Forenza e o seu assessor Antonio Perillo foram atacados por um grupo do partido fascista Casapound, após uma manifestação antifascista em Bari, na Itália. Marisa Matias manifesta total solidariedade com a eurodeputada italiana.
Eurodeputada italiana foi atacada por grupo fascista, após a realização de uma manifestação antifascista
Eurodeputada italiana foi atacada por grupo fascista, após a realização de uma manifestação antifascista

A eurodeputada italiana de esquerda Eleonora Forenza foi atacada nesta sexta-feira, 21 de setembro, na cidade italiana de Bari, após a realização de uma manifestação antifascista. Juntamente com a eurodeputada foi também agredido o seu assessor Antonio Perillo, que sofreu uma ferida na cabeça suturada com nove pontos. Foram ainda agredidas quatro outras pessoas que os acompanhavam. O ataque foi de um “esquadrão” do Casapound com mais de 30 pessoas.

Em declarações à comunicação social italiana, Eleonora Forenza conta que estava a sair da manifestação antifascista, quando uma jovem negra lhe disse que tinha medo de ir para casa, por causa da concentração de dezenas de pessoas à porta da sede do Casapound. A eurodeputada, o seu assessor e outras pessoas acompanharam a jovem, que estava com a filha, procurando seguir caminho, mas foram atacados por um grupo fascista, com mais de trinta pessoas com barras de ferro e correntes.

O GUE/NGL (Grupo da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde) denunciou o ataque e pediu ao governo italiano que “aja imediatamente e pare de ignorar a violência racista e xenófoba”.

Marisa Matias escreveu no twitter: “Solidariedade total com ⁦@eleonoraforenza⁩ e todos/as que foram agredidos/as na manifestação anti-racista em Bari. Inaceitável!”

 

Termos relacionados Internacional
(...)