You are here

Estragos provocados por granizo em Carrazeda de Ansiães: Bloco questiona governo

O fenómeno climatérico comprometeu a produção agrícola deste ano na zona. O Bloco defende medidas de fundo que lidem com alterações climáticas que vão aumentar eventos meteorológicos extremos em Portugal e quer saber o que está a ser feito em concreto para ajudar os agricultores afetados pelo que aconteceu na semana passada.
Granizo. Foto de Tricia/Flickr.
Granizo. Foto de Tricia/Flickr.

No passado sábado, dia 14 de maio, houve trovoadas fortes e granizo no concelho de Carrazeda de Ansiães, distrito de Bragança, que provocaram elevados prejuízos na agricultura local. Sobre esta situação, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda entregou, na passada quarta-feira, um conjunto de questões dirigidas à ministra da Agricultura e da Alimentação.

O partido cita Luís Vila Real, presidente da Associação dos Floricultores e Olivicultores do Planalto de Ansiães, que explicou que o que ocorreu teve “uma intensidade fora do normal aqui no concelho de Carrazeda de Ansiães, que afetou seguramente cerca de 90% da área, e com prejuízos bastante avultados”. Assim, o fenómeno climatérico “comprometeu a produção do ano e implica uma perda bastante acentuada do rendimento dos agricultores”. Para ele, “no atual cenário” isto “torna as coisas ainda mais difíceis”, referindo o “aumento do preço das matérias-primas”.

O Bloco alerta que “com as atuais alterações climáticas em curso prevê-se um crescimento substancial do número de eventos meteorológicos extremos, em especial para o contexto português, pois o clima mediterrânico é suscetível a este tipo de eventos e Portugal é considerado a nível internacional um hotspot das alterações climáticas”. Assim, considera “essencial que o Governo tome medidas que promovam a diversificação dos sistemas de produção agrícola, apoiando os agricultores na transição ecológica das suas explorações e na valorização dos seus produtos, garantindo desta forma maior resiliência às alterações climáticas, do ponto de vista ecológico, social e económico”. Daí que o apoio aos produtores seja visto como “fundamental para os auxiliar numa altura em que os custos de produção agravaram-se imenso”.

Para além das questões de fundo, o Grupo Parlamentar bloquista quer saber se o executivo “já realizou algum levantamento dos impactos e prejuízos no setor agrícola decorrentes destes eventos meteorológicos”, que medidas prevê adotar para responder às dificuldades dos produtores afetados e qual o prazo em chegarão apoios.

Termos relacionados Política
(...)