You are here

Eduardo Cunha preso

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha foi detido em Brasília, anuncia Folha de S. Paulo. A sua casa no Rio de Janeiro foi revistada e apreendida.
Eduardo Cunha
Eduardo Cunha, foto de Fernando Bizerra Jr/EPA/Lusa.

Eduardo Cunha está a ser investigado na Operação Lava-Jato, no âmbito da qual é acusado de ter recebido subornos, cujo dinheiro foi depositado numa conta na Suíça. Relembramos que foi Eduardo Cunha que conduziu o processo de impeachment da ex-Presidente Dilma Rousseff. Quando foi destituído, Cunha prometeu retaliar contra o seu ex-aliado e atual Presidente, Michel Temer.

Eduardo Cunha foi detido perto do prédio onde reside em Brasília e levado de avião para Curitiba num avião pela polícia federal, segundo o jornal Estado de São Paulo. A detenção foi mais uma vez efetuada a mando do juiz Sérgio Moro, que investiga Cunha desde que este perdeu imunidade parlamentar. A detenção foi feita por suspeita de "possibilidade concreta de fuga", "em virtude da disponibilidade de recursos ocultos no estrangeiro".

O Supremo Tribunal Federal brasileiro ordenou em maio o afastamento de Cunha da presidência do Congresso depois de um parecer do Conselho de Ética que o acusou de mentir na comissão de inquérito sobre contas bancárias no estrangeiro e ainda para impedir que viesse a perturbar as investigações, suspeitando-se que poderia destruir provas ou intimidar testemunhas.

Cunha é acusado de ter recebido 1,4 milhões de euros em subornos relacionados com explorações petrolíferas da Petrobras em África, que foram depositados em contas bancárias na Suíça. É casado com a jornalista Claudia Cruz, igualmente suspeita no caso da Lava Jato.

Artigos relacionados: 

(...)