You are here

“É necessário responder aos cuidados covid e retomar os cuidados não covid"

Catarina Martins, após a reunião com o Primeiro-Ministro, considerou que “é preciso um reforço claro dos profissionais, dos meios e das condições no SNS para que respondam a esta onda, a este crescimento dos números de casos, mas também para continuem e retomem os cuidados não covid”
23 de novembro de 2021 | Foto de Manuel de Almeida - Lusa

Catarina Martins, esta terça-feira, em declarações à imprensa após a reunião com o Primeiro-Ministro para discutir as novas medidas a implementar como forma de contenção da pandemia da covid-19, começou por referir que existe uma grande preocupação com o Serviço Nacional de Saúde (SNS) porque “neste momento temos o SNS muito fragilizado, os profissionais de saúde exaustos, com falta de meios e é transversal aos vários setores do SNS”.

A bloquista considera que à questão da pandemia juntam-se as doenças respiratórias normais da época, ou seja, “a pressão é ainda maior”, mas “temos também uma enorme pressão sobre os cuidados primários de saúde porque, como sabem, asseguram também a vacinação, asseguram o contacto com todos os doentes covid, que não tendo doença grave, não tendo internamento, têm de ser acompanhados”.

Para Catarina Martins, “é preciso um reforço claro dos profissionais, dos meios e das condições no SNS para que respondam a esta onda, a este crescimento dos números de casos, mas também para continuem e retomem os cuidados não covid”.

Acredita que “neste momento já não é possível” continuar com uma estratégia de concentração de todas as forças no atendimento à covid-19, “o que é preciso num momento em que se conhece a doença, num momento em que há vacinação, num momento em que já há mecanismos do SNS para responder, é reforçar a capacidade do SNS, dos seus profissionais para que seja possível responder à covid e à não covid em simultâneo”, sublinhou a coordenadora nacional do Bloco.

Termos relacionados Covid-19, Política
(...)